Weby shortcut
Logo CEGRAF
Facebook Grafica

Entrevista a DIVINO GABRIEL DA SILVA

Entrevista a DIVINO GABRIEL DA SILVA, da equipe da Divisão Gráfica do CEGRAF/ UFG

PERGUNTA (P.). Por que o senhor decidiu começar a trabalhar na Imprensa Universitária?
RESPOSTA (R.). Eu trabalhava na antiga Editora Oriente e fui convidado a trabalhar na Imprensa Universitária. Entrei através do convênio do MEC (MEC/ DAU) com a Universidade Federal de Goiás.

(P.). Quais funções o senhor desempenhou ao longo da sua trajetória profissional no CEGRAF/ UFG? Qual foi a função mais complexa?
(R.). Entrei como artífice em artes gráficas. Desempenhei várias funções, como impressor, cortador, alceador e, hoje, trabalho na Seção de Acabamento da Divisão Gráfica do CEGRAF/ UFG. Todas as funções foram fáceis de ser executadas, mas, na nova máquina encapadeira, eu tive dificuldades com o sistema operacional, por ser importada.

(P.). Quais máquinas estão faltando no prelo do CEGRAF/ UFG para que o trabalho seja otimizado?
(R.). A meu ver, está faltando uma cortadora trilateral, uma alceadeira para acelerar o processo de intercalamento, uma máquina de corte e vinco, uma picotadora e uma grampeadora automática.

(P.). Qual a melhor obra produzida pelo CEGRAF/ UFG?
(R.). As primeiras obras da Cora Coralina produzidas no CEGRAF/ UFG foram um excelente trabalho artesanal.

(P.). Quais são as suas melhores e piores lembranças deste órgão suplementar?
(R.). As piores lembranças são as das transições de direção, o período de adaptação. As melhores são a sensação de dever cumprido, quando, no fim de cada ano, encerramos com uma confraternização entre os colegas de trabalho e logramos tudo o que estava previsto para se fazer.

foto_divino_gabriel

Listar Todas Voltar